Latin America

Depois do Brasil, outro golpe na América Latina: Bolívia

Eventos na Bolívia seguem roteiro de ‘revolução das cores’ – a antítese da democracia.

Desde a alegação de uma eleição ‘roubada’ até a cédula de oposição e a renúncia forçada do presidente Evo Morales, os eventos na Bolívia seguiram o roteiro da “revolução das cores” original na Sérvia.

Um político crítico de Washington busca a reeleição e ganha a votação no primeiro turno sob as regras existentes. Os partidos de oposição reclamam e exigem um segundo turno, apenas para atacar as assembleias de voto e queimar as urnas, tornando impossível uma contagem precisa. Então, suas demandas aumentam: o “ditador” deve renunciar sem um novo voto, o “poder do povo” nas ruas exige.

Sim, esta é a Bolívia no início de novembro de 2019.

https://www.rt.com/op-ed/473269-bolivia-evo-morales-color-revolution/

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *